[Logótipo da empresa]

 Home page   

 

Home page
A revista mais antiga
CT1BH - 60 Anos...
28.º Aniversário NRC
XXII Congresso URE

ACTUALIDADE (09 de Abril de 2012)
 

A revista mais antiga sobre radioamadorismo

Pode consultar em:
http://noticias.sapo.pt/fotos/a-revista-mais-antiga-sobre-radioamadorismo_210279/



Paixão pelo radioamadorismo

A mais antiga revista portuguesa de radioamadorismo, a "QSP", nasceu em Viseu da "paixão" que o seu fundador, diretor, editor e redator tem por esta "forma única de estar ligado ao mundo".
 
Adelino Francisco, engenheiro, de 63 anos, criou em 1980 a QSP - Revista de Rádio e Comunicações para lhe ser possível "estar no mundo a partir de Portugal", uma "forma de estar na vida" que descobriu há 50 anos, quando se fez sócio da Rede de Emissores Portugueses (REP).
A QSP tem uma tiragem mensal de oito mil exemplares, vende-se nas bancas especializadas, mas o grosso da edição chega a casa dos leitores através de assinatura, sendo que 30 por cento destas são de espanhóis, país de onde chega também, explicou à agência Lusa CT1AL, quase metade da publicidade que permite a sua viabilidade financeira.
"Perante uma tragédia, como aconteceu recentemente com o tsunami no Japão, onde tudo falha, nós funcionamos. E os Estados sabem que têm em nós uma ferramenta altamente especializada que pode, em casos extremos, resolver os grandes problemas na área das comunicações", diz Adelino Francisco.
 
Com os telemóveis, a internet, o telefone, poderia adivinhar-se um decréscimo do interesse pelo radioamadorismo, mais complexo e abrangente, ou da Banda do Cidadão (CB), mais simples, mas Adelino Francisco, com ar de quem já esperava a pergunta, atalhou: "Quando a QSP surgiu (em 1980) havia em Portugal três mil radioamadores e hoje são mais de 5.500, no CB eram 15 mil e hoje passam os 30 mil".
 
"Não há segredo nenhum para a viabilidade e a longevidade da revista. O papel compro em Espanha, a impressão, dobragem e embalagem é tudo feito em casa", explicou o diretor da QSP à Lusa no momento em que, a partir da gráfica que montou no piso térreo da sua vivenda, em Orgens, Viseu, procedia à expedição do n.º 370 da publicação.

LUSA; NUNO ANDRE FERREIRA

 

Enviar uma mensagem para ct1al@sapo.pt, com questões ou comentários acerca deste web site.
Copyright © 2010 QSPrevista
Última modificação: 14/04/12